segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Por alguns instantes, eu não posso te enxergar...

Mas ainda sim posso sentir teu cheiro. Você pertence a mim, mesmo que não saiba disso.
Hoje, depois de tudo vi o que você realmente foi pra mim. O garoto dos olhos castanhos que fazem o meu coração parar, o garoto do sorriso meigo que me faz perder a fala, o garoto do jeito diferente que me faz esquecer do mundo ao meu redor. O garoto, que além de tudo me fez mudar. Não sei lhe afirmar, se isso é amor. Não quero dizer que é, mas também não quero dizer que não é. Porque vai parecer que vou estar diminuindo o quanto você é importante pra mim. Apesar de todas aquelas lagrimas, apesar das vezes em que você me provou totalmente o contrario, de todas as vezes em que disse ‘’ eu te amo’’... eu não sei não sorrir, quando vejo que você está feliz. Mesmo que esteja feliz com outra. Como assim? Estou feliz por meu amor, estar com outra? É, não é estar feliz por estar com ela. É estar feliz, por você estar feliz. Agora, me vejo melhor. Me vejo diferente, me vejo até quem sabe mais mulher. Me vejo assim, pelo fato de aceitar as coisas como elas foram destinadas a ser. Eu aqui, e você por lá. Te olho por fora e te olho aqui por dentro de mim... o garoto, que deus me deu a missão de cuidar. Mesmo que o tempo passar, eu vou estar pronta pra te abraçar. E se quiser, meu amor vai poder chorar. Eu vim pra te cuidar e te salvar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário